29 de junho de 2009

Contrastes e Esperanças

Muitos são os problemas do Continente Africano, além das guerras civis, da extrema miséria e da latente desigualdade, que parece dividi-lo em dois, paira também sobre ele a indiferença do resto do mundo. Tudo isso só faz aumentar a cota de injustiças contra essa terra. Porém, a pele escura e o brilho do sorriso, não é o único contraste que caracteriza esse admirável povo. A força e a coragem, frente às pedras e abismos impostos aos negros, a alegria estampada nas cores, nos cantos e nas crenças permeiam os fios de esperança na humanidade.

2 comentários:

Letycia Holanda disse...

Amo como escreve, as palavras que usa revelam a mulher doce e madura que carrega ai dentro...

Parabéns, jornalista literária!

João Luis Pinheiro disse...

Oi Michele!
Finalmente, te adicionei ao meu círculo de blogs. Dei uma olhada em alguns textos e conclui o que eu já imaginava: você escreve bem pra caramba! Sem dúvida que aprendeu muito com nossa mestra Eliane Brum.
Você acaba de ganhar um fã e frequentador assíduo do seu blog.
Beijos
João